O pesquisador coordena o Núcleo de Pesquisa em Doenças Negligenciadas (NPDN) da Universidade Guarulhos (UNG)

 

O cientista, professor da Universidade Guarulhos (UNG) e doutor em Ciências da Saúde, Josué de Moraes, foi nomeado como diretor-executivo da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP). Ele tomou posse do novo cargo no dia 14 de setembro, para o triênio 2023-2026, em cerimônia realizada no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

“Parabenizamos o professor Josué pelo cargo na ACIESP. A trajetória do nosso pesquisador do stricto sensu, além de honrar por anos a Instituição, também nos engrandece ao projetar e carrear a Universidade e a cidade de Guarulhos no âmago das agências de ciências de nosso Estado”, enfatizou o reitor da UNG, Yuri Neiman.

O pró-reitor de Pesquisa e Extensão da Instituição, Márcio Magera Conceição, também celebrou a escolha. “A nomeação do nosso pesquisador foi assertiva, visto que o cientista tem ampla experiência e toda uma articulação junto à comunidade científica do Estado”.

Sobre Josué de Moraes – Coordenador do Núcleo de Pesquisa em Doenças Negligenciadas (NPDN) da UNG e professor dos Programas de Pós-Graduação em Enfermagem e Análise Geoambiental da Instituição, Josué é um dos cientistas mais influentes do mundo pelo terceiro ano consecutivo, segundo estudo publicado pela Stanford University (EUA). Ele tem elevado reconhecimento internacional na área de Doenças Infecciosas e Parasitárias, atuando principalmente no desenvolvimento de fármacos para o tratamento de verminoses. Com mais de 100 artigos publicados, o pesquisador realiza ciência básica e aplicada para encontrar soluções terapêuticas inovadoras e acessíveis à população.

source