O prefeito Luciano Almeida reuniu-se na tarde de hoje, quinta-feira, 28/09, com representantes do Consórcio SA3, vencedor da licitação para pavimentação em concreto de trechos de vias da cidade, para alinhar cronograma de execução de obras e os processos técnicos do serviço. Serão contemplados 45km de avenidas e ruas da cidade, em mais de 30 pontos com intenso fluxo de veículos. Participaram da reunião, também, secretários e integrantes da Semuttran (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes) e da Semozel (Secretaria Municipal de Obras e Zeladoria). Em 15 dias, o consócio deve apresentar à Prefeitura o cronograma dos serviços.

Diversos homens e uma mulher sentados em volta de uma mesa
Reunião aconteceu no gabinete do prefeito na tarde de hoje

“Piracicaba tem 1.800 km de malha asfáltica e cerca de 85% deste pavimento na cidade encontra-se com a vida útil vencida, porque nos últimos 18 anos não ocorreram serviços de recapeamento asfáltico, então resolvemos fazer um projeto parrudo, com concreto, por conta da maior durabilidade. Diante disso, chamamos os senhores, representantes do consórcio, para estipularmos o cronograma de execução das obras, com o intuito de darmos agilidade aos trabalhos”, falou o chefe do Executivo.

Durante a reunião, foram discutidos os processos do serviço, iniciando pelo estudo e diagnóstico do asfalto já existente, e as possibilidades de soluções para as vias. Além disso, foi comentado como a Semuttran, chefiada por Jane Franco Oliveira, e a Semozel, administrada por Paulo Roberto Borges, podem colaborar para minimizar problemas no trânsito e verificar as necessidades de obras, por exemplo, de drenagem, durante o período de trabalho para a implantação do asfalto de concreto.

“Primeiro, vamos iniciar com a investigação do que tem de pavimento, para ver o que deve ser removido completamente ou não. A partir das informações que tivermos, poderemos ter o diagnóstico e encontrar a solução, tratando da espessura da camada de concreto”, explicou Fabiano Ranna, diretor de obras do Consórcio SA3.

Além do prefeito, dos titulares da Semuttran e Semozel e do diretor de obras do Consórcio SA3, estiveram presentes na reunião Luciano Marco Dias e Aldemir Oliveira, integrantes do consórcio vencedor da licitação, e André Bertato, Ivan Antonio, Elizeu Palauro e Wagner Augusto Pimenta, da Semozel, e Evandro Oriani Sotto, da Semuttran.

VIAS – O valor de contrato com o consórcio é de R$ 89.728.052,44. Entre os locais que receberão novo pavimento estão a avenida 1º de Agosto, no bairro Algodoal (entre a passarela de pedestre até a avenida Mario Dedini); avenida Rio Claro (rotatória, abrangendo da avenida 1º de Agosto até a avenida Monsenhor Martinho Salgot); avenida Padua Dias (a partir da avenida Carlos Botelho até a rodovia Luiz de Queiroz); avenida Cristóvão Colombo + rotatórias (entre a rotatória da ponte do Cachão até a SP 304); avenida Comendador Leopoldo Dedini, no Unileste (da rodovia Margarida das Graças Martins até rodovia Luiz de Queiroz) e rua Corcovado (trecho compreendido entre o Condomínio Residencial Piracicaba 3 até o final da via).

VANTAGENS – O pavimento de concreto tem maior durabilidade, diminui o custo com manutenção de veículos e a possibilidade de ocorrência de acidentes, agiliza o trânsito e diminui a poluição, pois não deformam quando há aceleração, frenagem e provas de cargas dos veículos, além de maior durabilidade quando comparado a outros pavimentos. Nesta primeira etapa de pavimentação serão usados dois tipos de material, sendo um de PUC (Pavimento Urbano de Concreto), para onde há tráfego de veículos leves, e o outro de pavimento rígido, para tráfego pesado. Entre as vantagens do pavimento em concreto estão a menor interferência de manutenção preventiva e corretiva; maior segurança do usuário devido a macro e microtexturas; melhor reflexão da luz na superfície do pavimento; economia de até 30% nos gastos com iluminação pública e redução na temperatura ambiente em até 5ºC, devido à superfície clara.

200 KM – Esta será a primeira etapa dos serviços de recape no município, de um total de aproximadamente 200 km. Além dos 45 km iniciais, serão pavimentados outros 80 km na segunda etapa, com massa asfáltica; a licitação está em andamento. Haverá ainda a terceira etapa, com abertura de outro edital para mais 80 km (terceira etapa), totalizando então 200 km.

source