A Comissão Permanente de Cultura, Esporte e Turismo da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes realizou nesta quarta-feira, 27, reunião com a Frente Popular pela Cultura, formada por pessoas e associações da sociedade civil, e representantes do Executivo mogiano.

O objetivo do encontro foi articular um aumento de verbas para a área no próximo ano. Segundo o presidente do colegiado parlamentar, vereador Edu Ota (PODE), a meta é ampliar a quantia financeira da pasta dos atuais 0,3% para 1% do orçamento geral da Cidade.

“Hoje Mogi trabalha com uma verba que varia entre 0,3% e 0,4% do orçamento da Cidade. É um valor muito pequeno para sustentar todas as ferramentas e instrumentos culturais que temos em Mogi. Em termos absolutos, estamos falando de aproximadamente R$ 8 milhões anuais. Com o aumento para 1%, essa quantia subiria para R$ 20 milhões”, disse Ota.

Participaram do encontro o secretário municipal de Finanças, Ricardo Abílio, o secretário municipal de Planejamento e Gestão (Seplag), Lucas Porto, e a secretária municipal de Cultura, Claudinéli Moreira Ramos.

Também estiveram no evento os vereadores Inês Paz (PSOL) e Mauro Yokoyama (PL), membro da Comissão de Cultura.

Ainda de acordo com Ota, os secretários municipais se mostraram abertos às reivindicações apresentadas.

“Eles sinalizaram que estão sensíveis aos pedidos da população. No entanto, o cobertor é curto e há muitas outras áreas precisando, como o Esporte e o Turismo. Mas vamos continuar batalhando para a construção conjunta de uma realidade melhor na audiência da LOA [Lei Orçamentária Anual], marcada para 4 de outubro. Além dela, vamos agendar outra audiência para debater questões mais específicas da Cultura”.

source