Antônio Miranda, de 66 anos, e o caseiro da chácara da família em Itapecerica da Serra, Antônio Bezerra, de 63 anos, foram assassinados em setembro de 2022. Dois acusados foram presos, mas soltos sete meses depois, por falta de investigação. O desembargador afirma que não há necessidade de manter os acusados presos, uma vez que não há denúncia do Ministério Público contra eles e, ainda, que não há sequer previsão da conclusão do inquérito policial. A família tem muitas suspeitas sobre o crime e agora sobre a soltura dos acusados.

source