05/10/2023

GCM auxilia Polícia Civil a prender agressor de idoso no centro de Suzano

Ação conjunta ocorreu na manhã desta quinta-feira (05/10) no bairro Recreio Sertãozinho; homem é acusado agredir a vítima logo após as comemorações da torcida do São Paulo pela conquista da Copa do Brasil, em 24 de setembro (domingo)

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano auxiliou a Polícia Civil na prisão de um homem na manhã desta quinta-feira (05/10), acusado de agredir um idoso de 60 anos na rua Monsenhor Nuno, entre as ruas General Francisco Glicério e Benjamin Constant, no centro da cidade, logo após as comemorações da torcida do São Paulo pelo título da Copa do Brasil, em 24 de setembro (domingo).

A prisão do homem, efetivada por meio de mandado expedido pela Justiça, ocorreu por volta das 6h10, na estrada Portão do Honda, no bairro Recreio Sertãozinho. Todo o trabalho de investigação teve a contribuição das câmeras que compõem a Central de Segurança Integrada (CSI), entre elas as que fazem parte do Sistema Detecta, cujas imagens levaram até a casa onde mora o agressor. Com a chegada da GCM e dos policiais civis, o indivíduo, que tem 31 anos, ainda tentou fugir, mas acabou sendo contido e levado para a Delegacia Central. Ele deve responder por tentativa de homicídio e ser encaminhado para um Centro de Detenção Provisória (CDP).

Imagens capturadas por uma câmera de monitoramento de um estabelecimento comercial na mesma rua mostram o acusado desferindo diversos golpes na vítima, que caiu em razão da violência das agressões. Mesmo no chão, ele seguiu batendo e somente parou quando o idoso não demonstrou nenhuma tentativa de se levantar.

As investigações apontam que o homem estava comemorando a vitória do São Paulo nas imediações da Praça João Pessoa quando parou na rua Monsenhor Nuno para urinar no muro de um estacionamento. O idoso teria se aproximado e solicitado para que ele não continuasse com o ato. A partir daí houve uma discussão e as agressões tiveram início, porque o acusado não teria gostado da abordagem.

No imóvel onde ocorreu a prisão ainda foram localizados sete aparelhos celulares que deverão ser alvo de investigação. No entanto, apesar das agressões no último dia 24, o homem não tinha passagem pela polícia nem condenação por crimes anteriores.

Ação conjunta

A prisão do agressor gerou repercussão pela gravidade do caso. “Este foi um crime que comoveu todo o município. Efetuamos diligências e promovemos uma investigação que culminou com a prisão desse indivíduo por meio de mandado da Justiça”, destacou o delegado que conduziu os trabalhos na manhã desta quinta-feira, Gabriel Budemberg.

O secretário de Segurança Cidadã de Suzano, Afrânio Evaristo da Silva, acompanhou a chegada do agressor até a Delegacia Central. “Graças às câmeras do Detecta, da nossa CSI e de circuitos de monitoramento particular, nós conseguimos auxiliar a Polícia Civil a chegar até o agressor. Este foi um crime covarde, mas com o empenho de todos o acusado foi preso. Em razão disso, eu agradeço o delegado Gabriel e em nome dele cumprimento a todos os policiais envolvidos no caso, assim como parabenizo nossa GCM no auxílio da prisão deste homem”, apontou o chefe da pasta.

Por fim, o prefeito Rodrigo Ashiuchi ressaltou que a união das forças de segurança que atuam em Suzano resultam cada vez mais em ações positivas para a cidade e a população. “Quando a prefeitura e as Polícias Civil e Militar agem juntas quem ganha são os moradores. Por isso afirmo que o trabalho conjunto é fundamental para a segurança em Suzano e a diminuição dos indicadores criminais”, finalizou o chefe do Executivo.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1&appId=268338633283885”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));
source
Com informações da Prefeitura de Suzano

source