A Prefeitura de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (2), a suspensão do rodízio de veículos nesta terça (3), em decorrência da greve anunciada pelos sindicatos dos metroviários e dos ferroviários.



O anúncio do poder público municipal faz com que os veículos com finais de placa 3 e 4 possam circular pela cidade sem nenhum tipo de restrição ou punição.



A greve dos funcionários da CPTM e do Metrô, além da Sabesp, deve durar 24 horas. Os grupos protestam contra as privatizações nos setores de transporte e saneamento no estado.


O Governo de São Paulo, por meio de nota, informou que a Justiça determinou que os ferroviários e metroviários trabalhem normalmente nos horários de pico e, nos demais períodos, com 80% da capacidade usual. Já na Sabesp, os trabalhadores devem manter 85% do contingente tradicional ao longo do dia.


Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram


Privatizadas, as linhas 4–Amarela e 5–Lilás, do Metrô, e 8-Diamante e 9-Esmeralda, da CPTM, funcionarão normalmente ao longo desta terça-feira.


Relembre os transportes de SP em greve em março deste ano


source