Foi aprovada na tarde desta quarta-feira, 27, o Legislativo mogiano aprovou a Moção nº 136/2023 de autoria da vereadora Inês Paz (PSOL) e do vereador Edinho (MDB). A iniciativa elogia a postura da Câmara Municipal de São Paulo que tomou a decisão de cassar o mandato do vereador Camilo Cristófaro (Avante), em virtude de comentários racistas.

“Nessa sessão histórica que culminou na cassação do mandato do vereador protocolado pela vereadora Luana Alves (PSOL), obteve o placar expressivo de 40 votos “sim” pela cassação por quebra do decoro, acompanhado por cinco abstenções e nenhum voto “não”, reflete a determinação e compromisso dos membros daquela Casa em repudiar atitudes racistas e a assiduidade do movimento antirracista em todo o estado de São Paulo”, destacou Paz.

“O racismo é uma ferida profunda em nossa sociedade, e a ação enérgica da Câmara Municipal de São Paulo nesse caso exemplifica um passo importante na direção da erradicação desse mal”, acrescentou Edinho.

source