O prefeito Ricardo Nunes (MDB) afirmou que a Enel, concessionária responsável pela distribuição de energia em São Paulo, garantiu que não vai haver necessidade do cancelamento da aplicação da prova do Enem, que ocorre neste domingo (5).


Conforme a distribuidora, ao todo 308 escolas devem receber alunos para realizarem a prova, mas o fornecimento de energia em 84 unidades escolares foi afetado.



A prioridade no momento é acionar um grupo de geradores elétricos para atender as escolas afetadas e pacientes que realizam tratamentos médicos em casa.


Vincenzo Ruotolo, responsável pela área de infraestrutura e redes da Enel Brasil, informou que o caso foi um evento excepcional, que afetou não só a distribuição de energia no estado como atingiu parte das linhas de alta-tensão da empresa. A distribuidora vai precisar de uma reconstrução da rede.


A companhia atende oito milhões de clientes no estado de São Paulo, dois milhões foram afetados, e até o momento a energia de aproximadamente 550 mil clientes foi restabelecida.


Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram


O prefeito passou a madrugada de sexta-feira (3) no centro de operações da Enel, acompanhando o processo de restabelecimento de energia na cidade, e contou que reforçou a mão de obra de trabalhadores da Defesa Civil e CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).


Devido ao elevado número de chamados, os canais de atendimento da distribuidora atendem com maior lentidão. André Oswaldo dos Santos, diretor de mercado da Enel São Paulo, ressalta que os canais digitais estão funcionando com normalidade e pede aos clientes que priorizem o site.


*Estagiária sob supervisão de Nayara Paiva, da Agência Record














Veja rastro de destruição deixado por ventos de mais de 100 km/h durante temporal em SP



source