30/10/2023

GCM apreende veículos e prende dois homens por crime de trânsito e receptação

Um dos suspeitos presos realizou o teste do etilômetro, que demonstrou grande quantidade de álcool no organismo na hora da abordagem

O Grupamento de Proteção Ambiental (GPA), a Força Patrulha, a Ronda Ostensiva com Motocicleta (Romo) e a Ronda Ostensiva Municipal (Romu), todos destacamentos da Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano, promoveram entre os dias 20 e 29 de outubro (sexta-feira e domingo) a recuperação de veículos que foram roubados ou furtados e efetuaram a prisão em flagrante de um motorista alcoolizado e de um motociclista por receptação.

No primeiro atendimento, logo após às 8h20, agentes da Força Patrulha localizaram uma motocicleta Honda PCX na estrada do Samuel, no bairro Fazenda Aya, que havia sido furtada dias antes, após denúncia. O veículo foi levado pela equipe até a Delegacia Central de Polícia.

Já na última segunda-feira (23/10), pela rua Milton Pereira Vidal, no Sesc, o GPA recebeu informação de que um homem havia escondido uma moto em uma área de mata. Os agentes averiguaram o local e encontraram uma Yamaha Fazer de cor preta abandonada. Um breve levantamento por meio da placa do veículo apontou que ele havia sido roubado um dia antes (22/10), em Itaquaquecetuba.

Mais tarde, no mesmo dia, desta vez no Jardim São Bernardino, a Romu localizou um Honda Twister azul às 21h35 em um local de vegetação. O modelo era roubado, mas como o crime havia sido informado à Polícia Militar por meio do telefone 190, policiais foram acionados e o liberaram ainda no local para o proprietário.

Pela rua Alice Palermo dos Santos, no Jardim Suzanópolis, no dia 24 (terça-feira), agentes da Força Patrulha receberam informação sobre um veículo abandonado pela via. Ao chegarem, os guardas perceberam um Fiat Uno sem os pneus, estepe e bateria. Após verificação do histórico do carro, foi constatado que tinha sido furtado horas antes. Como não havia registro do crime, o proprietário foi informado que tomou as medidas necessárias para a remoção do automóvel.

Na última sexta-feira (27/10), por volta do meio-dia, o GPA promovia patrulhamento pelo Jardim Casa Branca quando percebeu um motociclista na contramão, que acelerou ao perceber a viatura. O condutor escapou, mas deixou o veículo em uma viela no Ramal São José. A moto, uma Honda Twister preta não tinha queixa de roubo ou furto, mas na checagem os agentes notaram que não tinha números de motor e de chassi. O caso foi encaminhado para a Delegacia Central.

Horas mais tarde, no mesmo bairro, a Romo visualizou um motociclista com uma Honda CG vermelha com ausência de equipamentos. De imediato foi dada ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e um acompanhamento teve início. A abordagem ocorreu na rua Ângelo Crepaldi e, após consulta, os agentes tiveram a confirmação de que o veículo havia sido roubado no dia 13. O suspeito foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Central, junto com a Honda CG, e deverá responder por receptação.

Já no domingo (29/10), no bairro Rio Abaixo, funcionários de uma empresa de rastreamento acionaram a GCM para informar sobre a localização via GPS de uma motocicleta roubada no sábado (28/10). Segundo a denúncia, a moto, uma Honda CG preta, estava em uma residência da rua Alegria. Uma equipe do GPA foi até o local e o proprietário da casa foi chamado e encaminhado para a Delegacia Central, porém não foi reconhecido pelo dono do veículo como autor do assalto. A CG foi devolvida ao real dono.

Embriaguez

Em 22 de outubro (domingo), pouco antes das 22 horas, pela rua Francisco Marengo, no Jardim Revista, uma equipe da Romu percebeu um motorista a bordo de um Chevrolet Corsa preto falando ao celular e ultrapassando o semáforo vermelho.

Os agentes indicaram a parada, mas o condutor não obedeceu aos sinais e acelerou para tentar fugir, mas a estratégia do suspeito não funcionou e ele foi alcançado ao ficar parado em um congestionamento.

Abordado, o motorista apresentou fala pastosa e falta de coordenação motora, porém a suspeita de alcoolismo se confirmou após a realização do teste do etilômetro, que acusou 0,51 miligramas de álcool por litro de ar alveolar, o que configura crime de trânsito. Ele foi preso e levado para a Delegacia Central.

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, afirmou que a recuperação de veículos roubados ou furtados contribui para o combate a outros crimes. “Além de devolver o veículo para o seu verdadeiro dono, a recuperação destes carros e motos contribui para que possamos trabalhar contra outros delitos, em que esses veículos irregulares são utilizados pelos criminosos, como furto de celular”.

Silva também destacou a prisão do motorista por crime de trânsito. “Os agentes foram rápidos em detectar essa situação e conseguiram prender este motorista que não só colocou a vida dele em risco, como a dos demais também”, finalizou o chefe da pasta.


source