Uma policial fardada foi parada na estação de metrô Carandiru, zona oeste de São Paulo, durante uma confusão generalizada e se recusou a ajudar. A mulher disse que estava de folga e que o procedimento era ligar no 190. No meio da rua, um homem armado descontrolado tentava atirar em um suspeito que estaria roubado na região. Uma pessoa gravou a confusão.

source