As ações pretendem incentivar práticas conscientes entre os cidadãos

Respeitar a faixa de pedestres, evitar distrações com o uso do celular nas ruas e não misturar álcool e direção são comportamentos fundamentais para o equilíbrio e a segurança do trânsito. A fim de reforçar a mensagem sobre a responsabilidade de todos na preservação de vidas, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), órgão vinculado à Secretaria de Gestão e Governo Digital (SGGD), promove o ‘Dia D do Maio Amarelo’, nesta sexta-feira (24). As ações, realizadas com apoio da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, pretendem incentivar práticas conscientes entre os cidadãos.

Com orientações para um trânsito mais saudável, equipes do Detran-SP vão abordar usuários do transporte público nas estações Brás da CPTM, Tatuapé do Metrô e no Terminal Metropolitano Luiz Bortolosso da EMTU (em Osasco), das 10h às 15h. Também serão realizados testes do bafômetro de efeito educativo (sem geração de multas), destacando os perigos da direção sob influência de álcool. Materiais impressos reforçarão as mensagens, com foco no pedestre, o elo mais frágil do trânsito.

Educação e fiscalização

As ações do Dia D estão sintonizadas com a campanha educativa lançada pelo Detran-SP para a edição 2024 do Maio Amarelo. Com o mote “de zero a sem em um piscar de olhos”, as peças estão na TV, rádio, internet, cinema e mobiliário urbano de todo o estado ao longo da segunda quinzena de maio. O “sem” se refere à perda da vida. Peça principal da campanha, um filme de 30 segundos mostra como direção não combina com distração e lembra que as regras de trânsito precisam ser respeitadas pelos diferentes personagens que compõem esse cenário. O slogan que fecha o vídeo é o da própria campanha do Maio Amarelo para este ano, “Paz no trânsito começa com você”, escolhido em votação popular realizada pelo Ministério do Transporte.

“Temos que insistir nas mensagens para que cada um faça sua parte. Um deslize aparentemente simples pode ser fatal e gerar consequências desastrosas para várias famílias. A máxima de que nenhuma morte no trânsito é aceitável embasa nossas ações e deve estar na consciência de todos os que circulam pelas vias paulistas”, enfatiza o diretor-presidente do Detran-SP, Eduardo Aggio.

A construção de uma cultura mais humana no trânsito não se faz com uma única ação. A consciência propagada pela campanha de mídia e pelas ações do Dia D é reforçada ainda pela reestruturação do Infosiga e pelas parcerias de educação do Detran-SP. Ao longo do Maio Amarelo, a Escola Paulista de Trânsito (EPT) também vem promovendo uma série de palestras com especialistas sobre temas diversos, como direção defensiva, uso de celular ao volante, amputação por sinistros e empatia. Todas as apresentações são transmitidas e armazenadas no canal do Detran-SP no YouTube.

Além disso, destaque para a nova parceria com a Fundación MAPFRE em torno do Programa Educação Viária É Vital (EVV), voltado a escolas da rede estadual paulista. Até o momento, 42 municípios paulistas já aderiram à iniciativa, que prevê a capacitação de professores para integrar de forma eficaz a educação viária nas salas de aula, criando uma cultura de segurança no trânsito nos condutores do futuro.

O reforço das mensagens e das campanhas educativas está alinhado com o aumento de fiscalização para gerar resultados na prevenção de sinistros. Por isso, o Detran-SP vem intensificando progressivamente a supervisão de veículos e motoristas em circulação nas ruas. Os números de abril da Operação Direção Segura Integrada (ODSI), realizada com o objetivo de reduzir e prevenir o consumo de bebida alcoólica combinado com direção, mostram que, nos últimos doze meses, o volume de veículos fiscalizados subiu 40%: foram 17.395 abordados em abril de 2023, contra 24.474 no mês passado. Nas 44 operações realizadas em 41 municípios paulistas no mês, 932 motoristas foram enquadrados por alcoolemia.

A autarquia também está implantando medidas para aperfeiçoar a formação de condutores, de modo a garantir que os motoristas cheguem às ruas conscientes, responsáveis e prontos a “agregar” na defesa da vida no trânsito. Outras ações seguem sendo conduzidas durante o Maio Amarelo, pelo Detran, no interior do estado.

Na região de Araçatuba, estão sendo realizadas palestras para as crianças na ação “Rodovia Mirim” – parceria com a Polícia Militar. Já na região de Araraquara, tivemos as ações educativas com a utilização de bafômetros em bares, restaurantes e também nas ruas, nas Operações Direção Segura Integrada.

Na cidade de Barretos, região de Franca, a ação é voltada à conscientização sobre a utilização da faixa de pedestres. Na cidade de Santo Antônio do Pinhal, região de São José dos Campos, os alunos da rede municipal terão atividades sobre trânsito seguro com uma minipista itinerante. Nas regiões de Bauru e Presidente Prudente, teremos no dia 26 uma ação voltada aos ciclistas com a entrega de materiais educativos.

Alertas constantes

Os alertas constantes se mostram necessários. No primeiro quadrimestre de 2024, houve aumento de 19,2% nas mortes no trânsito paulista, em comparação ao primeiro quadrimestre do ano passado, de acordo com o Infosiga – sistema do Governo de São Paulo, coordenado pelo Detran-SP, responsável pela coleta, análise e disseminação de dados de trânsito dos 645 municípios paulistas. Amparado pelo Sistema Estadual de Trânsito (Sistran), o Infosiga foi reformulado para o fornecimento de informações completas e ainda mais assertivas no embasamento de políticas públicas voltadas à preservação de vida.

Em seu último levantamento, mais uma vez fica evidente a vulnerabilidade dos pedestres, cujas mortes no trânsito foram 36% maiores em abril deste ano, em relação ao mesmo mês de 2023. Modal com maior índice de mortalidade no trânsito estadual, as motocicletas fizeram 230 vítimas fatais no Estado em abril último, 25% a mais do que em abril de 2023. As mortes de ciclistas também aumentaram 35,7% nas vias paulistas no mês passado.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

source
Com informações do Governo de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui