Jisseli joga no Esporte Clube Pinheiros ao lado da irmã mais nova e sonha um dia atuar em uma liga fora do país



Jisseli foi artilheira de três campeonatos: Taça Sudeste Cadete 2023 e Atibaia Cup 2023 e 2024

A nova geração do handebol feminino brasileiro vem forte. Prova disso é a paranaense Jisseli Isadora, de 16 anos, atleta beneficiária do Programa Talento Esportivo. Ela é um dos principais nomes das categorias de base do Esporte Clube Pinheiros e já acumula passagens pelas seleções brasileiras menores. E o melhor de tudo é que Jisseli não vem sozinha: sua irmã, Beatriz, 15, é parceira de clube e manda muito bem com a bola nas mãos.

Natural de Campo Mourão (PR), Jisseli descobriu o handebol em casa, pois sua mãe, Karina, era jogadora da modalidade. “Comecei a praticar aos 10 anos. Eu e minha irmã sempre acompanhávamos nossa mãe nos jogos e aí acabamos pegando gosto pelo esporte. Até cheguei a treinar judô, mas foi no handebol que eu me achei”, diz Jisseli.

LEIA TAMBÉM: Atleta do Programa Talento Esportivo acumula prêmios de melhor jogadora

Em 2021, ela e a família se mudaram para São Paulo. A primeira experiência como atleta de handebol foi no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa. Em paralelo, sua irmã, jogando uma categoria abaixo, passou na peneira do Pinheiros. Jisseli ficou três meses no Centro Olímpico, ganhou a Taça Sudeste e se juntou à irmã no Pinheiros em 2022. Desde então, as duas passam a maior parte do tempo juntas, já que Beatriz sistematicamente sobe uma categoria, do cadete para o juvenil, pra treina e competir.

Jisseli já defendeu as seleções brasileiras cadete e juvenil

“Quando eu estava no Centro Olímpico, joguei contra a Beatriz. Não estranhei muito porque, como somos pontas, jogamos em lados opostos da quadra, então praticamente não nos encontramos. Hoje no mesmo clube, a gente troca bastante informação. Sempre tiro alguma dúvida com ela para melhorar meu desempenho. A Beatriz é muito inteligente e persistente, admiro muito essas qualidades. A companhia dela é muito importante”, conta Jisseli, que tem várias jogadas combinadas com a caçula. “A gente se entende pelo olhar. Temos jogadas combinadas pra atacar e defender.”

Jisseli tem como uma de suas principais características o faro de gol. Ela foi artilheira de três campeonatos: Taça Sudeste Cadete 2023 e Atibaia Cup 2023 e 2024. Na final do Brasileiro Cadete de Clubes em 2023, a atleta conseguiu a proeza de marcar 13 gols. As atuações destacadas pelo Pinheiros levaram Jisseli às seleções brasileiras cadete e juvenil no ano passado.

Ainda em início de carreira, Jisseli não se furta em sonhar alto. E ela espera seguir ao lado da irmã nas próximas empreitadas. “Penso em jogar fora do Brasil. De preferência, com a Beatriz no mesmo time.”

Programa Talento Esportivo

Bolsista do Programa Talento Esportivo desde 2023, Jisseli é assertiva ao investir o que ganha mensalmente do benefício. “Essa verba é muito importante. É um dinheiro que invisto em materiais esportivos de boa qualidade. Isso ajuda na minha evolução como atleta”, explica ela.

O Programa Talento Esportivo é uma plataforma da Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo que concede apoio financeiro a atletas em vários níveis de excelência, praticantes de qualquer modalidade esportiva. Para mais informações, clique aqui ou entre em contato pelo (11) 3241-5822, Ramais 1160 e 1204.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

source
Com informações do Governo de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui