Depois de dez anos da última edição, Feicorte 2024 será realizada entre os dias 19 e 23 de novembro, na cidade de Presidente Prudente



O Governo do Estado de São Paulo anunciou a volta da Feicorte, a maior feira indoor de gado de corte da América Latina. O evento foi realizado pela última vez há mais de dez anos, em 2013. Agora, ela volta entre os dias 19 e 23 de novembro de 2024, no Recinto de Jacob Tosello, em Presidente Prudente. A região tem o maior rebanho de bovinos do Estado de São Paulo, com um 1,6 milhão de animais.

A realização da Feicorte é da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, com promoção da Verum e apoio da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente. O evento conta com a curadoria de Myia Consultoria e Prado Estratégia para Agronegócio.

Edição de 2024 da Feicorte

A edição de 2024 da Feicorte terá foco na produção de carne de qualidade e apresentará atrações, como mostra de animais de raças zebuínas e europeias, leilões, workshops, exposição de empresas, Beef Hour e cozinha show com produtos artesanais paulistas.

“Estamos muito felizes com a volta da Feicorte, vitrine da pecuária da América Latina. Nos últimos anos, muita gente pedia a volta do evento e conseguimos viabilizar a realização. A região de Presidente Prudente é um importante polo pecuário, que possui tradição e inovação, além de estar numa localização logística privilegiada pela proximidade com os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul”, destaca a CEO da Verum, Carla Tuccilio, que esteve à frente das últimas oito edições de Feicorte. A última edição do evento em 2013 teve 3 mil animais nos pavilhões, 100 empresas expositoras e a presença das associações de raças de gado zebuínas e européias.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Guilherme Piai, a retomada da Feicorte era um pleito importante do setor e vai impulsionar e promover a pecuária paulista e do Brasil como o maior produtor e exportador de proteína animal do mundo, alinhada aos objetivos da gestão estadual.

“São Paulo já possui o primeiro Centro de Pesquisa de Pecuária Sustentável da América Latina, em São José do Rio Preto (SP), que desenvolve produção intensiva de bovinos de corte com sustentabilidade. A retomada da Feicorte é mais um passo do governo estadual para darmos o suporte adequado à pecuária de nosso estado, setor que tem papel fundamental para a balança comercial paulista”, afirma Piai.

“Temos trabalhado muito em prol da pecuária de São Paulo, que recentemente conquistou o status de zona livre de aftosa sem vacinação. Outro fator muito importante para dar segurança ao setor é o Fundesa – Fundo de Defesa Estadual da Sanidade Animal, fundo complementar indenizatório criado pela Secretaria de Agricultura de São Paulo, cujo Projeto de Lei está sendo encaminhado para a Alesp. Esse fundo é obrigatório para o pagamento de ressarcimento ao produtor caso haja focos de Febre Aftosa em decorrência da retirada da vacinação contra a doença, que entrou em vigor em 2024”, salienta o secretário.

source
Com informações do Governo de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui